Publicidade
Psicologia e Sonhos Como os sonhos podem ajudar a entender o objetivo da sua vida

Como os sonhos podem ajudar a entender o objetivo da sua vida

Dormindo e sonhando
Publicidade

Se você está se sentindo imerso nessa era acelerada de inovação tecnológica e sobrecarga de informações, não está sozinho. Com a depressão e o cansaço aumentando, não é de admirar que muitas pessoas, principalmente as gerações mais jovens, sintam que suas vidas estão sem significado. Se você se perguntar: “Qual é o meu objetivo na vida?” – o propósito mais profundo e o sentido de chamar que existe sob a mundanidade de nossas identidades de carreira – a busca por uma resposta pode parecer uma busca esmagadora. A resposta, no entanto, pode ser mais acessível do que você pensa. Os pioneiros da pesquisa onírica descobriram que fazer amizade e observar o conteúdo de seus próprios sonhos pode revelar informações sobre o seu eu mais profundo e ajudá-lo a entender melhor o propósito da sua vida.

Sonhos, Realidade e Propósito

A maioria das pessoas teve a experiência de passar por algo que parece incrivelmente vívido e tangível, tanto física quanto emocionalmente, apenas para acordar e perceber os eventos que ocorreram em um sonho. Uma pessoa comum experimenta de quatro a cinco ciclos de sonho todas as noites, criando uma enorme variedade de oportunidades para experimentar e prestar atenção às imagens às vezes estranhas ou misteriosas que nos aparecem na forma de sonho. Você pode ter se perguntado se existe ou não algum significado mais profundo por trás das imagens ou eventos e pessoas representadas nessas imagens. A resposta, claro, é sim.

História do Estudo dos Sonhos

A ideia de que os sonhos podem ajudá-lo a entender o propósito da sua vida não é nova. De fato, é exatamente o oposto. Muitas civilizações e culturas antigas voltaram-se para os sonhos, buscando orientação na vida ou para melhorar a autoconsciência. O Talmud aconselhou os intérpretes dos sonhos a avaliarem os sonhos, considerando as circunstâncias atuais do sonhador (ou seja, idade, nível de emprego e ansiedade) para obter um significado significativo e relacionar o sonho à vida diária do sonhador. De fato, o Talmud estabelece uma metáfora interessante, comparando um sonho não observado a uma carta não lida. Os sonhos, então, são vistos como imagens comunicativas que carregam sabedoria de um espaço que existe além do tempo linear.

Pesquisa dos Sonhos Actualmente

Pesquisas modernas descobriram que nossos sonhos refletem nossas necessidades psicológicas da vida em vigília. Existem estudos dos sonhos como uma poderosa modalidade de cura e generativa há várias décadas, e produziram várias obras de literatura sobre a importância cotidiana dos sonhos e suas imagens vivas.

É extraordinariamente valioso recorrer aos nossos sonhos. Sonhos nos dizem o que está acontecendo. Eles retratam a diferença entre vocação e emprego obrigatório. Eles oferecem idéias sobre aptidão não realizada e apontam para presentes inerentes. Se você sentir que as oito horas que você passa em sua mesa mal se conectam com um profundo senso de verdade sobre seu chamado – em outras palavras, sua “verdadeira vocação” – cuidar dos sonhos se torna “um processo de descobrir o caminho de volta ao nosso destino, chamado interno e propósito de vida. Eles apontam o caminho de volta para casa.

Em outras palavras, os sonhos podem revelar potenciais habilidades ou pontos fortes do sonhador. Conhecer seus pontos fortes pode levar a encontrar um trabalho mais adequado e mais gratificante. Isso pode ajudar a levá-lo ao seu “chamado”, em vez de apenas outro “emprego”. Os sonhos também oferecem insights sobre outras áreas da nossa vida que podem nos trazer felicidade.

Ao examinar sonhos em vez de eventos no presente, os indivíduos têm a liberdade de desacelerar e ver as coisas de maneira diferente. Eles podem ouvir, ficar curiosos e se envolver com sua intuição.

Como encontrar um objetivo na vida dos sonhos

A técnica Descoberta dos Sonhos é usada para sintonizar e atender aos sonhos. Esse método envolve várias fases, incluindo ouvir o sonho, fazer associações entre o sonhador e o sonho, interagir com imagens do sonho e se envolver com a qualidade de vida do sonho.

Como parte da Descoberta dos Sonhos, os sonhadores tomam nota dos personagens e criaturas de um sonho. Eles encontram associações entre sua própria história pessoal e os eventos ou imagens de seus sonhos. Os sonhadores podem achar útil expressar artisticamente seus sonhos, por exemplo, desenhando ou pintando imagens de sonhos. Aqui está um exercício que pode ajudá-lo a discernir qual pode ser o seu verdadeiro chamado:

  1. Imagine que você está formando uma nova corporação. Dê seu nome e sobrenome.
  2. Crie uma declaração de missão pessoal que expresse seu senso de chamada. Escreva em um pedaço de papel.
  3. Reúna informações dos seus sonhos depois de concluir as duas primeiras etapas. Anote, em detalhes, as imagens dos sonhos que chegam até você e para o que elas estão apontando.

    3.1 Quem são os personagens do seu sonho? O que eles estão dizendo sobre questões relacionadas ao seu verdadeiro chamado? Quem é o acionista dessa empresa imaginada?

    3.2 Pense em seus pais e em suas vocações. Eles estavam felizes no trabalho? Eles tinham desejos não expressos?

    3.3 Que imagens de sonho recorrentes da infância vêm à sua consciência? Qual é o desejo ou anseio fundamental da raiz da figura onírica que chega até você? Esse desejo corresponde aos desejos vocacionais não atendidos de seus pais? Considere outros membros de sua família imediata.

    3.4 Continue a cuidar dessa imagem viva, observando que clareza e certeza surgem.

O uso dessa prática pode ajudar a conectar os sonhos aos momentos de vigília, aprofundando a compreensão dos sonhadores sobre suas verdadeiras paixões, talentos e objetivos. Ao fazer isso, os sonhadores podem encontrar mais facilmente seu objetivo na vida.

Publicidade

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Sair da versão mobile